Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Comentários recentes

  • blogdocaixote

    Não, diz-lhe que não. Foi a combinação perfeita, p...

  • blogdocaixote

    Ela diz que não, pipoca é pipoca.

  • paterfamilias

    Claro, ela queria dizer pipoca e quem o diz é quem...

  • Magui Ferreira

    Talvez tenha confundido com pipoca!

  • m-M

    O m-R ficou com a impressão de que falamos demais,...



subscrever feeds



...

por blogdocaixote, em 17.06.17

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

a palavra da semana

por blogdocaixote, em 13.06.17

A Gr. tem aquilo que chamo a palavra da semana. Normalmente, é uma palavra inventada, composta pela justaposição de duas palavras ou pela inversão de uma.

Aqui há uns tempos não se cansava de repetir "espirote" e na semana passada o que mais ouvíamos era "piroca, piroca". Mais uma vez, acredito que haja aqui um daquele processos a que ela recorre para inventar a sua linguagem. Ela não tem acesso a palavrões, nunca aqui em casa se usou o conceito de piroca para nada, o máximo que ela ouve de asneiras (palavras feias) é merda, dito por mim quando me chateio e pela avó dade ("alguém limpe a merda da gata, se faz favor").

De cada vez que lhe saía, eu e o M., se estávamos presentes, encolhíamo-nos de riso, mas nunca dissemos nada. Ela não fazia ideia e não nos fazia sentido esclarecê-la.

No entanto, eu temia o dia em que alguém lhe diria que ela andava a dizer palavrões.

Só nunca imaginei que esse esclarecimento viesse de uma colega da turma.

Por que carga de água é que uma criança de seis, sete anos sabe que piroca é asneira feia? Que conversas ouviu?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

notas soltas e avulsas

por blogdocaixote, em 12.06.17

Na semana passada, estive com a menina. Saí da escola em passo de corrida (a acelerar pelo ic9) e encontrámo-nos na vila. Tomámos um café, conversámos um bocado, como se nos conhecêssemos de fora, pessoalmente.  Dizer isto assim acho que já diz muito. Cena engraçada, esta da blogolândia.

 

Descobri o soporífero mais rápido e eficiente: ouvir a leitura silabada e lenta de uma miúda que aprendeu recentemente a ler.

 

Passámos o fim de semana em Belmonte, com a tia Ci e a R. Continuo a sentir borboletinhas na barriga quando ouço um "tia" saído da boca dela.

Caloraça! Estamos a fazer figas para que venham cá elas no próximo fim de semana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

queixinhas

por blogdocaixote, em 06.06.17

Vieram "partilhar" connosco os pequenos dramas vividos com o outro colega.

Mentalmente chamo-lhes muitos nomes feios e, ao mesmo tempo, interrogo-me se as "minhas" titulares não estarão, também elas, a fazer "queixinhas" de mim a outro colega qualquer.

Mentalmente (não tenho tomates para o verbalizar), digo-lhes que seria bem melhor dirigirem as queixinhas a quem de direito e, em conjunto com todos os interessados na questão, tentar resolver os pequenos dramas.

Para mim, o grande drama é a ideia de titularidade da qual as "colegas" não se desviam. Titulares até à morte. O resto é erva que o gado come.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

a culpa não é minha

por blogdocaixote, em 04.06.17

No kit do manual de matemática vinha dinheiro falso para os miúdos aprenderem a fazer contas com euros e cêntimos.

A miúda andava um bocadinho aflita com as contagens (ainda há poucas semanas entraram na centena,  e já é suposto saberem fazer contagens com cêntimos até ao 100... enfim... mais uma patetice entre muitas outras). Estivemos a treinar e depois reunimos o dinheiro todo, notas e moedas de fazer de conta, e meti tudo dentro de um envelope que improvisei com uma folha A4 usada.

Por fora escrevi "fake money/ Gr." e guardei-o na mochila dela.

No dia seguinte, ouço-as às duas na converseta. De repente, a Gr. dá um gritinho e diz "Mr! está um papel dentro da minha mochila que tem uma palavra feia e o meu nome, mas não é meu!"

A mais velha investiga e explica-lhe o que está escrito no papel.

 

Moral da história: ambas as minhas filhas conhecem a palavra "fuck".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

encontrei

por blogdocaixote, em 02.06.17

É um bocado disto que me vem consumindo

http://www.glamour.com/story/depression-desire-to-disappear-essay

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

word games

por blogdocaixote, em 01.06.17

Não sei porque me consumo assim, mas estou cansada de me consumir assim, com tudo e com nada, e de nada fazer para acabar com a consumição que me consome.

consumição

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

maledicência

por blogdocaixote, em 31.05.17

A casa do meu vizinho solteiro, não sei se bom, se mau rapaz, que deve rondar a minha idade, é limpa todas as quartas-feiras pelos papás. Todas as quartas-feiras, os papás, a mamã e o papá, aparecem com baldes, esfregonas, sacos do lixo, panos e paninhos e limpam a casa ao "menino".

Autoria e outros dados (tags, etc)

gr.

por blogdocaixote, em 31.05.17

Diz coisas como "espirote" (espera),

"fófi" (calculo que nos esteja a dizer que somos fofos ou algo do género).

O pai é "api" ou "apizinho",

a mãe "ami ami" ou "amizinha".

 

Sempre brincou muito com as palavras e o crescimento não lhe levou ainda essa qualidade.

Ontem à noite, em resultado de na escola terem ouvido poesia, disse: - "hoje podemos ler uma poesia? não me apetecia ler uma história."

Saquei do "livro da Tila" e bingo! - "foi desse livro que estivemos a ler poemas."

Quase que o lemos de ponta a ponta

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

obrigada, blogocoiso

por blogdocaixote, em 27.05.17

Eu já não tenho a certeza de quem comentou quem primeiro, atrevo-me a pensar que foi ela a primeira a vir aqui ao caixote, dada a minha reticência em comentar em sítios alheios. Uma miúda do Porto, a lidar com a vida, cheia de sentido de humor e com textos honestos.

Nunca nos vimos pessoalmente, mas tornámo-nos assíduas no blog uma da outra. Coisa estranha, isto dos blogs, porque, embora não a conheça, sinto uma ternura especial por ela. Aqui há uns dias, enviou-me uma mensagem pedindo a minha morada.

Ontem, na caixa do correio veio um presente dela, que se deu ao trabalho de, sem me conhecer fisicamente de lado nenhum.

IMG_20170526_124011.jpg

 Coisa estranha isto dos blogs, que nos leva a sentir afeição por pessoas que não conhecemos.

Obrigada, Isabel, Meninamulher.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)




Comentários recentes

  • blogdocaixote

    Não, diz-lhe que não. Foi a combinação perfeita, p...

  • blogdocaixote

    Ela diz que não, pipoca é pipoca.

  • paterfamilias

    Claro, ela queria dizer pipoca e quem o diz é quem...

  • Magui Ferreira

    Talvez tenha confundido com pipoca!

  • m-M

    O m-R ficou com a impressão de que falamos demais,...



subscrever feeds