Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


o M. faz anos

por blogdocaixote, em 20.09.13

O meu amorido faz anos hoje.

O meu amorido é o melhor marido.

o meu amorido é o meu melhor amigo.

O meu amorido é o meu lençol e o meu cobertor e a minha ventoinha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00

mudanças

por blogdocaixote, em 18.09.13

Cá por casa, as coisas vão mudando.

Mudam os percursos, as rotinas, mudam os papéis colados com imans no frigorífico. Retirámos receitas, post its com recados velhos e substituímo-los pelo horário da Mr. entre outras coisas que é preciso lembrar.

 

Eu vou tentando mudar a perspetiva das coisas, do meu estado de desempregada. Tenho tempo para fazer tomatadas, pão caseiro, arrumar a cozinha depois do jantar, preparar as coisas das miúdas, ler, blogar, brincar com elas e pô-las na cama às 9.30.

Alguma coisa boa há-de vir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:10

trabalhos de casa - round 1

por blogdocaixote, em 17.09.13

Trabalhos de casa - 1

mãe -0

 

Não sei se estou mais embaraçada por ela, que passou o tempo todo a guinchar e a fazer trapézio na cadeira, se por mim, que me comecei a passar na segunda parte do jogo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 19:11

do dia de ontem e do dia de hoje

por blogdocaixote, em 17.09.13

O dia de ontem foi um bom dia.

No dia de ontem a equipa constituída pelos elementos do casal desta casa funcionou de manhã, à tarde e à noite.

 

Por isso, às nove da noite estava tudo pronto para as miúdas irem para a cama, embora não tenham ido (muitos telefonemas para saber do 1º dia de escola da mais velha).

 

Por isso, às nove estava a cozinha arrumada e uma fornada de pão caseiro no forno.

 

Por isso, senti-me uma super mãe.

 

Hoje, regresso a casa em modo desempregada que não consegue resistir à tentação de passar o tempo e blogar, na senda maluca de vidas mais interessantes que a minha, enquanto vou fazendo tomatadas para conservar os muitos tomates do quintal e arrumando roupas que já não servem.

Devia haver um grupo no feicebuque para mães desempregadas, já agora com formação ligada ao ensino, que ajudasse a lidar com estas coisas.

 

Pensando melhor, não! Aí é que era a desgraça total.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:23

...

por blogdocaixote, em 16.09.13

deixei-a com a recomendação de não continuar no parlápie com a alexandra.

 

Vim para casa meia desnorteada. Limpei, arrumei, bloguei, planeei o resto do dia.

Às quatro fui buscá-la. Cá fora, à espera de a ver chegar de lá de dentro, senti-me no jardim zoológico, a espreitar os bichinhos pelas grades.

 

Saiu, contente.

Correu bem? Correu.

Gostaste? Gostei.

Levaste ralhate da professora? (aqui eu já tinha quase a certeza da resposta) Levei.

Porquê? Por estar sempre a falar com a alexandra.

 

Tirando a mudança de instalações e de corpo docente, para a Mr. o primeiro dia na escola nova foi um dia muito semelhante aos dias da pré. Pintar, desenhar, ver um filme, brincar e conversar com a amiga (só brinquei com ela porque ela é a minha melhor amiga).

 

Amanhã, nova corrida. Vai com a recomendação de se sentar longe da amiga (se a professora não tratar disso) e de brincar com mais pessoas.

 

Eu? Eu estou com aquela sensação que me assalta em todos os primeiros dias de escola: caiu-me um piano em cima e olho para cima e estão lá mais quatro, um por cada dia que falta para acabar esta semana.

Quem dá aulas sabe do que falo. A primeira semana após as férias é de um cansaço brutal! Só não sabia que ia sentir isto a propósito das aulas da minha filha.

 

Para a semana, terá testes diagnósticos de matemática, português e estudo do meio. Eu pergunto, sem ponta de ironia, como se fazem testes diagnósticos a putos que não lêem nem escrevem?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:14

o pós

por blogdocaixote, em 16.09.13

Deixei-a na sala nova, da escola nova e saí para a rua, desorientada, com uma lista de material escolar, que inclui papel crepe, para comprar.

Papel crepe?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:35

Mr., amanhã, dou-te a mão e entro contigo na sala. Vou fazer de conta, como em todos os momentos marcantes da minha vida, que não estou nada ansiosa e que é tudo "sem espinhas".

 

Dou-te a mão e deixo-te sentar onde quiseres. Já sei que vais ficar ao pé da alexandra e vou ficar ali, a ver-te.

 

Depois, venho-me embora e trago-te para casa na palma da mão, enquanto fico a pensar na bela equipa que eu e a tua professora temos de ser para te levar ao espaço, o mais alto que tu quiseres e fores capaz, sem espinhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:27

pequenas anotações

por blogdocaixote, em 14.09.13

Não me posso esquecer de ir lendo e relendo baby blues nos próximos tempos.

Quando as miúdas entrarem na idade estúpida, também não me posso esquecer de ler e reler os zits todos de uma ponta à outra. Se calhar, vou começar a abastecer-me.

 

O M. ontem comprou um corretor de imperfeições. Para ele.

Hoje, fiz barre terre e uma aula aberta de pilates.

Hoje, tenho um peso no peito. Vou atribuí-lo ao fim das férias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:34

em negação

por blogdocaixote, em 14.09.13

Não, não, não, não! A Mr. ainda não vai para a escola dos grandes!

Chiça! Falta um dia...

Preciso de forças para aceitar aquilo que não posso mudar e de coragem para mudar o que tem de ser mudado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:07

está em ótimo estado, mas vai para o lixo

por blogdocaixote, em 12.09.13

Hoje, no Lidl, a Mr. pegou em duas gelatinas e veio toda contente para a caixa. Quando o senhor da caixa pegou nas ditas, disse-nos que as gelatinas vinham em packs de quatro e que assim não podiam ser vendidas.

Ok, Mr. hoje não levamos as gelatinas.

O senhor pega nas ditas e pum, lixo com elas!

Lixo! Elas vão para o lixo?! 

 

Sim, explica o senhor. Assim separadas do pack não são "vendáveis" e nós por lei não podemos vendê-las. O preço é do pack e não podemos fracioná-lo para vender separadamente. É ilegal.

E acontece o mesmo a todos os alimentos que estão nestas condições? perguntamos nós, chocados.

Sim, acontece. Por exemplo, o pão que sobra vai para o lixo também.

 

Não há protocolos com instituições que pudessem vir buscar esses bens? Continuamos nós a questionar.

Ai, isso já é política da empresa, nós não sabemos nada disso, limita-nos a respeitar a lei.

 

Se pensarmos que todos os dias saem várias fornadas de pão, que todos os dias miúdos e graúdos separam gelatinas, iogurtes, etc dos respetivos pack...

 

É ou não é ultrajante?

 

Não queria ter comprado tanta gelatina, mas acabei por vir para casa com dois packs, para que as duas que vieram sozinhas para a caixa não ficassem no lixo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:21



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D