Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


já podemos pensar nas prendas de natal?

por blogdocaixote, em 23.10.16

http://www.eurekashoes.com/pt/mulher/marcas/eureka/sneakers-eureka/?id=99&pid=11080

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:50

sou um bocadinho totó

por blogdocaixote, em 23.10.16

Está aqui, ao meu lado, a estudar a forma como se faz o feminino dos nomes terminados em -ão.

E eu só consigo pensar naquela palavra terminada em -ona. Rio-me sozinha. De que te estás a rir, mãe?

De nada, miúda, de nada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:09

Mr.

por blogdocaixote, em 21.10.16

Cento e tal euros depois, "descobrimos" por um "técnico de saúde da mente" que tens dificuldades na matemática, mas és um pequeno "génio" na forma como dominas a arte de comunicar.

Tens vindo muitas noites para a nossa cama.

 A desculpa é que o nosso colchão é mais confortável, mas tu sabes que não, é um colchão velho a pedir reforma.

Na escola, porque este ano não há provas finais, trazes menos trabalhos para casa, que bom! mas é difícil por-te a estudar, porque sabes, com a quantidade de merdas (desculpa, coisas) que tens de saber, precisas efetivamente de estudar.

Sabes, educar é tão desafiante!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:30

Gr.

por blogdocaixote, em 21.10.16

Há tardes e noites difíceis, contigo agarrada às minhas pernas ou às minhas camisolas.

Há tardes em que não consigo entender-te nem, por isso, acalmar-te. Não te entendo nas tuas frustrações, não te entendo na tua incapacidade de esperar pelas coisas, não te entendo nas tuas obsessões, não te entendo.

As semanas passam, a escola corre bem, mas lá no fundinho de ti há qualquer coisa importante que me anda a escapar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:36

part-time

por blogdocaixote, em 20.10.16

Fiquei colocada fui dizendo às pessoas e as pessoas diziam logo que fixe e logo a seguir é completo e eu respondia não, são dez horas e as pessoas faziam um ar pesaroso e diziam pode ser que te completem como se me quisessem dar ânimo e eu fazia cara de susto e nas primeiras vezes respondia à letra sim, pode ser mas depois deixei de o fazer e assumia que não, estava muito bem assim e as pessoas olhavam para mim como se eu fosse doida ou uma grande preguiçosa que quer viver à custa do marido. lendo este relambório descentuado até parece.

 

Eu não sou doida e não sou preguiçosa, gosto de trabalhar, mas também gosto de não sentir que estou a viver para trabalhar, que seria o que sentiria se desse aulas em horário completo.

Eu gosto de ter tempo para ir buscar as miúdas e sentir que se não corrijo aquelas coisas agora posso corrigir depois porque posso, tenho tempo.

Eu gosto de estar em casa e fazer tudo o que há para fazer com calma ainda que nem sempre faça coisas de jeito.

Eu gosto de manter a minha sanidade mental e sei que tal não sucederia se trabalhasse em horário completo.

Eu sei que monetariamente falando estou um bocado aquém dos outros, mas estou muito mais feliz e não me fazem falta os últimos modelos da moda. (só um bocadinho, pequenino, que viver na batalha é duro)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:51

não sei

por blogdocaixote, em 20.10.16

Não sei se vou buscar a roupa de inverno, se a deixo quietinha.

Não sei se compro castanhas.

Não sei se me levanto e vou fazer café (o terceiro de hoje).

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:11

Oh faz favor!

por blogdocaixote, em 19.10.16

É um café, se faz favor. Estou na sala de profs/apoio. Obrigada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10

A entrada na sala é uma confusão, há os que se sentam e depois lembram-se de que não foram à casa de banho, há os "chefes" de serviço a distribuir materiais, os mais irrequietos que ainda não se sentaram, os que chegam atrasados e despistados...

Hoje, depois de uns bons minutos a deixá-los acalmar, peço-lhes calma:

 - já chega de barulho, meus amores, já chega. Vamos acalmar.

Diz uma vozinha lá do meio: - "Está bem, querida!" Sem pontinha de ironia, sem pontinha de malícia.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

domingo em casa (adenda)

por blogdocaixote, em 16.10.16

a mãe perdeu uma perna

a mãe não pode existir

 

E atira com o restos mortais do que seria a mãe para debaixo da mesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:13

domingo em casa

por blogdocaixote, em 16.10.16

já arranjei a mãe

é muito pequenina, tem de ser outra

vou fazer o avô

agora procura aí para fazermos a avó

 

o tio não vem, já tinha morrido numa explosão

 

E o chão da sala refém de pinipons.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:10



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D