Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


diário

por blogdocaixote, em 24.09.21

Abro a porta da cozinha e a gata mia. Preparo as coisas para o pequeno-almoço, nem sei se posso chamar-lhe assim, pequeno-almoço, se elas não comem quase nada.

Elas chegam, ensonadas e rabujas. Metem à boca pedacinhos de torradas e bebem chá ou cevada. Parece que o leite as enjoa durante o ano letivo, para passar a saber bem apenas nas férias. 

Depois, preparo os lanches para a escola. A gata ronda os nossos pés e os pés da mesa, em miados agudos de quem não come há semanas, mas tem o seu prato cheio. A culpa é de quem lhe dá pedacinhos amarfanhados de fiambre.

Despacho-as da cozinha com o cheiro das torradas com manteiga entranhado nas mãos. O que vale é que é um cheiro bom. 

Rabujas, as minhas filhas preparam-se para ir para a escola. Eu preparo-me no que falta preparar. 

Saímos. A geografia inicial mantém-se a mesma há vários anos. Depois, sigo viagem nos caminhos novos que trilho todos os anos. Invariavelmente cheios de curvas. Este ano, mais curtos. Já não era sem tempo! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:34

a primeira semana do "ano"

por blogdocaixote, em 22.09.21

Entro às 9.00.

Às 10.00 saio e venho a casa ou vou à escola sede, se precisar de alguma coisa de lá. Também posso simplesmente assentar arraiais num café fazer horas até à aula seguinte, que começa às 11.00. 

A manhã termina às 12h. Venho para casa e faço "cenas". Se as aulas seguirem pela tarde, recomeço às 13.30 e às 15.30 termino. No máximo dos máximos em meia-hora estou de volta a casa.

São as mesmas horas letivas do ano que passou e parece que são muitas menos. 

Nas tardes em que elas têm atividades ou aulas de instrumento é que a porca torce o rabo: inicio os serviços de leva e traz, traz e leva e chego à noite mais morta que viva.

Esta é a primeira semana do ano letivo, aquela que tem pilhas daquela marca que dura e dura e dura! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58

notas muito soltas

por blogdocaixote, em 13.09.21

Foi um bom domingo. A feira de velharias era enorme, o parque cheio de sombras.

Muitos livros e, no fim, contra o meu costume, decidi dar uma vista de olhos pelas cruzetas.

Comprei algumas peças de roupa, bem baratas e giras, umas coisas só para mim, outras a pensar na Mr.

Tenho medo de andar de moto na autoestrada e o capacete não integral não ajuda. 

O regresso, pela nacional, foi bem mais agradável. Até dispensámos os blusões de couro. Mantive as luvas para não fazer calos.

À tarde, o calor manteve-se e bebeu-se um café numa esplanada na vila.

Comecei a ler um dos livros que trouxe e dei-me conta de que estou a ler duas biografias ao mesmo tempo. Decido deixar a do Gunter Grass para a noite e a Patti Smith para a tarde. Não sei se decido bem.

Hoje recebo o horário do novo agrupamento e começo a trabalhar com a colega. O horário não é mau, embora implique a volta ao agrupamento todo, que vai quase até Fátima e contenha quase em exclusivo turmas mistas.

Recebo os últimos raios de sol do dia, na varanda, com uma brisa que me deixa os braços arrepiados e me faz desejar uma camisola. Hesito em beber uma cerveja, tenho bebido uma todos os dias, por esta hora. 

Esta semana recomeço a ginástica.

Esta semana é, também, a última de liberdade quase absoluta e isso deixa-me um travo amargo na boca. Se calhar por isso não vou beber a cerveja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

recomeçar em modo ciclo vicioso

por blogdocaixote, em 06.09.21

Reli todos os posts de setembro, desde que tenho o Caixote

É em modo ciclo vicioso que o setembro se passa nesta cabeça

e depois o ano todo

começo sempre com a ansiedade ligada ao recomeço do ano, para mim, para elas e para ele

depois, a tentar manter a cabeça fora do trabalho e a forma de estar nas férias, enquanto o trabalho não começa a sério, mas sabendo que está aí à espreita 

sempre assim, estes recomeços cheios de ansiedade da qual não me livro

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:23

para memória futura (férias 2021)

por blogdocaixote, em 04.09.21

Não podia faltar o relatório das férias de 2021, para mais tarde recordar.

As aulas nunca mais acabavam, mas quando acabaram e pudemos mandar-nos daqui, fui com as miúdas para Belmonte, sem o pai, depois estivemos no norte e no início de agosto mandámo-nos para o sul. Uma semana no Monte do costume e outra quase em espanha.

Para o Monte levámos a sobrinha, elas fartaram-se de apanhar ondas e eu nem os pés consegui molhar. A água estava gelada. Fiz várias tentativas, fui fruto de gozo e pilhérias, mas o resultado era sempre dores excruciantes nestes ossos, aparentemente de mulher de oitenta anos.

Em Tavira apanhámos um calor de ananases, consegui ir a banhos e até comi bolas de berlim. Para variar e não ter de andar sempre a atravessar a ria, experimentámos a Manta Rota, que achámos uma bela porcaria (mil desculpas se ofendo alguém). Dormimos mal para catano.

Fui à loja social, para me abastecer de livros às carradas, a preço da uva mijona, mas havia quase nada. Despachei uns quantos que levei de casa do paterfamilias e os melhorzitos que me vieram à mão na dita loja social (todos em inglês).

No fim destas duas primeiras semanas, dividimo-nos pelo norte e Belmonte.

No norte, demos uma saltinho curto à Imbicta, com as miúdas. Comprámos cenas da Jewels don't shine, mamámos (eles, eu não, que não sou apreciadora) uns eclairs da leitaria, vimos a fila de 2kms para a Lello e ficámos assombrados com a quantidade incrível de turistas que voltou a inundar a cidade.

No interior centro e desquecido, fizemos a rota das praias fluviais, para descobrir que não tem nada de desquecido, dada a quantidade de gente que havia por todo o lado. Numa só tarde, tentando encontrar um spot decente e sem gente, corremos três praias de rio.

Conclusão número um: vamos ficar pela de sempre, que conhecemos de gingeira e da qual gostamos, embora a água seja gelada.

Conclusão número dois: as fotos das praias são bem boas, mas quando chegamos aos sítios ficamos a modos que desiludidos, não sei se porque ver tantas pessoas quebra o encanto, se porque de facto os locais não são tão aprazíveis como as fotos queriam fazer parecer. 

Como a miúda mais velha tinha de ser vacinada, regressámos à base ainda antes do agosto acabar. 

Demos uns mergulhos neste mar (só numa tarde fui mais vezes à água do que no Monte) e para não desiludir, quando ainda contemplávamos uma terceira ida a banhos, veio aquele nevoeiro típico do oeste, que nos mandou para casa a tremer de frio. Definitivamente, aqui não dá para fechar a praia às oito e meia da noite como lá por baixo. 

Setembro veio com ameaças vãs de chuva e trovoada e a colocação aqui ao lado de casa, onde me arrisco a encontrar pais e alunos ao virar de todas as esquinas (no comments). 

Bora lá, ano novo! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:12

"vão vir dias bons" (escreveu alguém)

por blogdocaixote, em 02.09.21

não sei se serão bons

diferentes com toda a certeza, colocada pertinho de casa, a frequentar locais que já me são familiares noutros contextos

venha de lá esse ano letivo 2021-22

 

P.S1. hoje já fui a Mafra, tratar de outros quinhentos.

P.S2. aquele código que colocamos no fim, por descargo de consciência? nunca, se só significar merda ficar lá colocado. Estamos sempre a aprender!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:55

perspetivas

por blogdocaixote, em 01.09.21

a ver se encaro isto

dia 1 de setembro e em casa, sem trabalho

como um "ótimo, continuo de férias"

em vez de

"grande merda, estou desempregada".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:31


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D