Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


o facebook e eu

por blogdocaixote, em 22.06.12

Não sou fã do facebook.

Não é o facebook em si que é o problema. São as pessoas.

Há pessoas que não vejo há anos, com quem não falo há anos, há pessoas que passam por mim e fazem de conta que não me veem e essas pessoas com quem já não falo há anos e que até fazem de conta que não me conhecem pedem para ser meus amigos no facebook.

Não capto, não entendo.

O que é que tem o facebook de especial para levar estas pessoas e quererem ser meus amigos internéticos?

A única explicação que encontro é o carater voyeuristico da aplicação (para não repetir a palavra facebook outra vez). No facebook podem saber o que faz toda a gente, podem ver fotos e não há a maçada de ter de andar a fazer telefonemas ou enviar mensagens. Essas deixam-se para os verdadeiros amigos. No entanto, quantos mais amigos tens no FB, menos tens na vida cá fora. Será verdade?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17


1 comentário

Imagem de perfil

trocatintas a 22.06.2012

Uma vez tive uma discussão acerca do facebook porque um verdadeiro adepto da modalidade diz que é semelhante ao que fazemos num blog. Não concordo por vários motivos mas lembro-me (muitas vezes) que há semelhanças, na medida em que há necessidade de expôr a realidade da vida quotidiana, que nem sempre é real, e depois há a necessidade de cuscar.
Eu não gosto do facebook, não tenho facebook, não vejo necessidade a não ser concorrer a passatempos mas, como tu, não tenho nada contra. Tenho, sim, contra as pessoas que lá andam a utilizá-lo para coisas menos próprias (e às vezes tão sem sentido) como carpir mágoas e escarrapachar frases profundas acerca do amor com fotos do pôr-do-sol ou o menino da lágrima, ou a lista do supermercado, ou o que disse a ginecologista na última consulta... (eu não tenho facebook mas a empresa onde trabalho tem e sou eu que actualizo, logo, vejo)
E agora sossego que isto já vai longe...

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D