Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

insónias

por blogdocaixote, em 23.06.15

Acho que parte da minha insónia se deve ao luto de elias gro.

Esta noite, antes de me deitar, troquei-o por algo muito, mas muito mais leve e dormi melhor.

O luto de elias gro é aquele tipo de prosa que se cola a ti, não sei onde é que o Tordo vai buscar estas personagens tão perturbadas que me deixam num misto de inquietação e melancolia...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:37

para memória futura

por blogdocaixote, em 26.05.15

Desde a semana passada que ficam sozinhas à noite, na cama.

(só agora? que treta de pais!)

Sabe bem vir para a sala e saber que não vou ter de me levantar de cinco em cinco minutos para dar água, acender a luz, dizer que não podem comer bolachas, que já fizeram xixi, que não podem vir para a sala, que têm mesmo de dormir, sabe bem não entrar em coma na cama da Gr. às 22h e ter um serão como gente normal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:11

libertinagem

por blogdocaixote, em 13.01.15

Gostei do conceito daquele rapaz, o gustavo qualquer coisa, de libertinagem de expressão!

Esta noite vai ser cá uma libertinagem na minha cama! Ui, ui!

Não vai nada, que vim do barre terre e a N. matou-nos a todas mais um bocadinho, tudo em nome de um rabo gostoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:00

serões

por blogdocaixote, em 12.12.14

Eu queria ter serões, nem que fosse para cair de sono em frente à lareira, que, coitada, arde para ninguém. Queria ter serões para ligar a televisão e voltar a ter a certeza de que a programação é um deserto.

Queria ter serões para conversar um bocadinho com o meu marido.

Mas não tenho serões, tenho sessões de massagens aos pés e costas da Gr., na cama dela, antes de ambas adormecermos.

Depois, passo diretamente da cama dela, quente e fofa, para a minha, gelada.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:20

nostalgia de domingo à noite

por blogdocaixote, em 23.11.14

Enche-me o copo, agora atiça aí o lume que está a ficar mortiço. isso.

É bom este esteva, não é?

Agora enrola-te aqui assim, isso, enroladinho nas minhas pernas... é bom não é?

Vamos ficar assim mais um bocadinho?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 20:20

Os últimos dias merecem registo.

As férias foram boas: descanso, amigos, praia, família, tudo a que se tem direito.

A primeira semana de setembro merece post.

Entro em setembro com uma vontade danada de prolongar o mood de férias, mil vezes preferível ao de desempregada, que esta chuva está a fazer chegar.

Vêm cá amigos a casa, saímos, fazemos picnics, as miúdas vão à psicina, bebemos um copito ao jantar...

No final da semana passada aparece a S.

Saímos, feitas turistas, passeamos muito e sentamo-nos numa esplanada, batemos texto de peça, vamos à praia e tomamos banho!

Na sexta rumo a Baltar, de caminho paramos em Quiaios e vamos outra vez à praia, tomamos banho, mergulhamos, desafiamos as ondas.

No sábado, vou ao Indie music fest, em Baltar, armada em Soraia, fã louca de Tony Carreira (com o restante grupo de teatro, armamos barraca e divertimo-nos tanto, tanto!). Conheço o Álvaro Costa, ouço a banda que me tem acompanhado nos últimos tempos (Sensible soccers), bebo à pala junto dos "artistas", no backstage e vejo o M. em cima do palco a tirar fotografias.

Foda-se! (sim, palavrão, repito: foda-se!) Que dias bons! Que maravilha isto de termos sol, termos uma família gira e amigos e fazermos teatro!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:31

fomos muitos

por blogdocaixote, em 02.02.14

Esta noite, fomos muitos à mesa.

Metade aterrou aqui em casa de paraquedas, mas foi-se ao hipermercado alemão que fica mesmo ali à mão e o jantar ficou bom na mesma.

Mais noites destas para esta mesa aqui, se faz favor.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:08

sábados à noite

por blogdocaixote, em 12.01.14

Ontem, ao jantar, pusemos a conversa em dia, aviámos um tinto oferecido pelo irmão no natal passado (2012) e comemos um mega folhado de queijo de cabra.

Só posso desejar mais noites de sábado assim: calmas e saborosas.

 

 

gabipedro

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:59

das noites e das histórias para dormir

por blogdocaixote, em 21.12.13

Nesta casa, há duas histórias por noite, de acordo com o número de filhas. Elas assim o exigem e nós satisfazemos a exigência com muito gosto (AAHHH, está bem! nem sempre!).

 

Há histórias que agora me fazem impressão, como Hansel e Gretel, a de um ogre que come as filhas por engano e as que metem barrigas abertas e depois cosidas com uma agulha.

Tenho de fazer um esforço por me lembrar que, quando crianças, recebemos as mensagens de outra forma.

 

Quando criança, não me fazia confusão nenhuma que da barriga do lobo mau saíssem a avózinha e o capuchinho vermelho.

 

Quando criança, a única história que me fazia confusão era a da princesa e a ervilha!

 

Não me cabia na cabeça aquela coisa de a princesa não conseguir dormir por ter uma ervilhinha lá no fundo, no último dos dez colchões em cima dos quais dormiu.

 

A história que mais me assustava era a da cabra cabrês que te salta em cima e te faz em três.

O susto não me impedia de a pedir vezes sem conta à minha mãe.

 

O meu pai contava histórias a atirar para o surrealista, às quais nós achávamos piada, apesar de ainda não termos idade para apreciar verdadeiramente o estilo nonsense.

 

Escrevo este post tendo como banda sonora a história que o M. conta, neste momento, às nossas filhas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40

noites do camandro

por blogdocaixote, em 10.12.13

Há cerca de uma semana que é assim:

adormecem por volta das 22h (devia ser mais cedo, mas tenho uma mais velha que gosta de estar acordada e uma mais nova que com a sesta tem sono mais tarde),

aconchego-me no sofá em frente à lareira com um livro ou com o computador,

adormeço e acordo por volta das 23h,

vou para a cama, onde me encolho para não perder o calor que vem comigo,

por voltas das 3 começa a dança

 

- pesadelos, tosse, sede, nariz tapado, fome, xixi, sede outra vez, mais pesadelos, mais tosse...

- levanto-me às 7.30 mais podre do que quando me deitei.

 

Há sempre uma fase nova ou qualquer coisa que as faz não dormir a noite toda.

Creio que já aqui escrevi que os pais que se gabam de nunca ter perdido uma noite de sono por causa dos filhos deviam ser passados pelo ferro de marcar gado!

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:51


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2017
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2016
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2015
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2014
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2013
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2012
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2011
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D