Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

alimentar o bicho

por blogdocaixote, em 26.07.16

O calor faz das suas, apesar de bom. Andamos moles e sem energia.

A piolhada voltou à cabeça da mais velha, que deve ser mais doce do que a da mais nova, dado que não querem nada com ela.

Ataquei o mal com Nix, que os deixou vivinhos da silva (fiquei furiosa) e reataquei com Paranix em spray. Não quero mais nada com champôs, agora só quero sprays. Hoje, a cabeça dela estava limpinha de bichedo vivo, mas no pente elétrico vinham restos mortais. Vou continuar a atacar com o pente elétrico e na próxima semana leva outra vez com o spray. Lavei lençóis,fronhas, toalhas, chapéus e elásticos de cabelo a 95 graus, amanhã volto a lavar tudo outra vez e sempre até o bichedo ir à vida e estou cheia de medo que seja como no ano passado: meses até me livrar definitivamente dos cabrões.

 

O casório foi bom, correu bem, as miúdas portaram-se bem. Foi em tudo, menos nas temperaturas, muito semelhante ao meu, até no mesmo sítio. Tirando o frio e a filhota dentro da barriga, o meu foi parecido: celebração religiosa à tarde e jantar. Depois, ala que se faz tarde, vai tudo para casa. É destes que eu gosto.

 

Esta é a última semana de pré para a Gr. Custa-me pensar no que vem a seguir, por isso não penso. Deve ser sinal de que estou a crescer.

 

O M. anda cansado e stressado. A situação indefinida do seu local de trabalho, que pode resolver-se de muitas formas diferentes, nenhuma delas positiva, anda a mexer com todos.

Mas, não pensemos muito. É que julho está no fim e agora entra agosto.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:29

Nix II (review)

por blogdocaixote, em 07.08.15

Paranix - 0

Nix - 1

O Nix, para já, ganhou. Eliminou os piolhos e as lêndeas numa só aplicação.

De vez em quando, inspeciono-lhes as cabeças, o que as deixa muito incomodadas, e nada a assinalar, felizmente. Siga pra bingo! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:14

Nix (é sobre piolhos, passem ao largo)

por blogdocaixote, em 17.07.15

Ontem, apliquei o Nix na cabeça das miúdas.

Cheira mal.

Volto a aplicar daqui a uma semana. Já ando a preparar psicologicamente as miúdas para um corte de cabelo radical.

Estive mais de uma hora a passar o pente que vem com a loção em cada filha.  A Gr. nas últimas já se estava a passar, com a Mr. tivemos de fazer uma pausa para lanchar. Mecha a mecha, espero ter erradicado tudo.

 

Voltar a fazer o mesmo para a semana vai ser uma valente seca, mas espero que dê resultado.

O mundo da maternidade não cessa de nos abrir os horizontes.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:41

Here I go again....

por blogdocaixote, em 16.07.15

a lavar roupa de cama e toalhas a 90 graus, que é o máximo que a máquina da roupa dá!

Que pôrra!

Vou abrir uma tag nova: piolhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:33

exterminar piolhos

por blogdocaixote, em 15.07.15

Assim que descobri os cabrões dos piolhos na cabeça da Mr. telefonei ao Marco em pânico. Faltava uma semana para terminarem as aulas, era domingo, chovia, estava frio e estávamos em Baltar.

O Marco chegou e eu saí para ver se descobria qual era a farmácia de serviço aberta. A terrinha tem duas e ambas estavam fechadas.

O pai foi até à cidade com a indicação de trazer o método de ataque e erradicação mais fiável.

Passo agora a descrever de que forma atacámos os estafermos, estupores dos bichos feios, horríveis:

venderam-lhe um pente exterminador que custa cerca de 40 euros.

Passa-se o pente no cabelo seco, mecha por mecha. Aquilo apita 3 vezes sempre que apanha um piolho. Atordoa-os e eles acabam por cair. Deve usar-se todos os dias durante uma semana.

Como eu não confiei a 100%, na segunda-feira, assim que cheguei à Batalha, comprei Paranix, champô que se aplica com o cabelo seco, aguardam-se dez minutos e lava-se o cabelo.

Nessa primeira semana de combate, depois de fazer o tratamento com o champô e pente respetivo, continuámos a usar o pente elétrico.

Aplicámos o método em ambas as filhas. A bem dizer, aplicou o Marco, que ele é que tem mais jeito com animais.

Eu também me encharquei de paranix (três vezes), o pai penteava-se com o pente. As nossas cabeças, pelos vistos, mantiveram-se a salvo.

No final da semana um, repetimos o champô, tal como dizem as indicações, para garantir que se matavam todos os estupores. A cabeça da Gr. estava limpinha, a da Mr. tinha lêndeas mortas, mas nada de piolhos, lêndeas essas que eu achei que iam cair com o tempo.

 

Durante a semana que passámos em Belmonte a Mr. coçava-se muito. A minha mãe, que até tem uns óculos novos, garantiu-me que não tinha piolhos e que as lêndeas continuavam mortas. Cá em casa a miuda continuava a coçar-se.

"Marco, passa lá outra vez o pente porque isto não é normal." Havia piolhos, caramba, bastantes, caramba (para não escrever palavrões, que a minha mãe não gosta.)

Já fizemos uma nova ronda de Paranix e de pente elétrico e vinagre, para ver se as cabras de lêndeas caem, mas fui à farmácia dizer mal do champô e vim para casa com o Nix, que supostamente é mais forte. Amanhã ataco novamente.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52

recordar é viver

por blogdocaixote, em 15.07.15

Quando era miúda e morava em Belmonte, a nossa casa era quase colada à Cila cabeleireira. A minha mãe "atirava-me" da nossa varanda para a varanda da Cila e eu passava lá muitas horas, entretida com as escovas e rolos do cabelo.

Um dia, num daqueles dias em que a Cila (que nos dias de hoje ainda trabalha, mas passou a Cyla) não tinha clientes, sentou-me numa cadeira e começou a pentear-me. Deu-me umas escovadelas e saiu de fininho. Apareceu novamente com a minha mãe e ouvi-as sussurrar: "está carregadinha, carregadinha"; "tudo morto, mas cheia delas."

É a única vez que me lembro de ter sido atacada por piolhos. Parece é que o meu couro cabeludo terá segregado algum veneno que os expulsou a todos e matou as lêndeas. Já dizia o meu avô Francisco que eu era má como as cobras.

 

Isto porquê?

Porque as minhas filhas têm piolhos!

Estou a adorar a experiência.

É a segunda vez no espaço de um mês. O que quer dizer que da primeira vez alguma coisa falhou, ou nós ou os métodos que usámos.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D