Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Telegrama

por blogdocaixote, em 29.09.17

Comecei na quinta a trabalhar stop Colegas simpáticos stop Miúdos ainda não sei stop A Mr já trouxe para casa um trompete stop Parece que estão a torturar vacas lá em casa stop Quando ela está a praticar stop Não posso mandá-la parar stop Porque é educativamente incorreto stop

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:46

anotações

por blogdocaixote, em 04.10.16

A mais nova anda na patinagem. Já patina e andam a treinar um esquema para um tal de festival.

Está mais sociável do que alguma vez pensámos que viesse a ser.

Embora faça todos os dias a ladainha do "não quero ir para a escola", regressa bem disposta e trata dos seus deveres (pouco, pouquinhos) cuidadosa e rapidamente (se é que tal é possível).

A mais velha vai hoje ao ripi ropi (não é assim que se diz!! é hip-hop, berra comigo).

A mãe tem dias em que é isto:

https://www.youtube.com/watch?v=pzTJ-6nlGOk

 

versão "esta mãe não fala, só grita, só grita!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:35

breves apontamentos

por blogdocaixote, em 05.04.16

Há uma auxiliar na escola da Mr que se encantou pela miúda. Soube, logo no 1º período, através de outra cuja miúda também frequenta as aulas de natação. "Ai mãe da mr! há uma colega minha lá na escola que só falta levar a mr ao colo!"

Ontem, quando a fui buscar (à mr) vinha a miúda com um saco gigante de qualquer coisa. Tinha sido a auxiliar, a Olga, que de visita à sua Ucrânia natal, se lembrou de lhe comprar uma prenda. É um saco de algo parecido com cheetos, mas em versão doce.

É claro que, para além do espanto, fiquei muito contente. Lá diz o ditado que quem meus filhos beija....

 

A Gr. começa hoje uma série de testes que nos ajudarão a perceber se ela está preparada para o primeiro ciclo, no qual dará entrada já em setembro. Deve ser por isso que hoje tenho o coração do tamanho de uma ervilha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:43

para memória futura

por blogdocaixote, em 04.01.16

Foram dias calmos estes.

Os primeiros em Baltar, sem correr de um lado para o outro, excluindo o dia de caça às prendas. Não houve encontros nem jantares ou cafés, tirando um muito rápido antes de descer a Belmonte, com a Lis.

Houve noites calmas em casa, idas para a cama bem cedo. Não houve internet.

Depois, no dia 28, fomos para Belmonte. No dia 29 deixámos as miúdas com os avós e demos um salto a Évora. Fomos devagarinho, saboreando mentalmente o que íamos comer (porco preto, pão alentejano, migas, hmmm já salivo) e chegámos bem tarde. Vimos a cidade à noite e namorámos. No dia 30 regressámos a Belmonte, passando por Vila Viçosa e pelo paço ducal.

Estreitámos, todos nós, laços com a miúda mais nova, loira escorregadia e avessa a beijinhos, mas doce como só ela. Que bem que sabe ouvir chamar-me tia.

Dormimos muito, tanto que hoje acordámos antes do despertador, fresquinhos como alfaces.

Siga para bingo, que começa um novo período e a única resolução de ano novo é correr menos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:52

Ontem, dia 17, foi dia de contarmos histórias de natal.

Dei as hipóteses de lermos ou inventar e ambas optaram por inventar, o que me deixou surpreendida, no caso da mais nova, pelo menos. No caso da mais velha, é normal, ler dá muito trabalho, na ótica do utilizador.

 

Como a história da Mr. levou como personagens principais o pai natal e a rena rodolfo, a da Gr. idem.

No final, eu contei a minha história, tão marcante que nem me lembro.

Estou com o espírito adormecido, a condizer com as noites mal dormidas, à conta de melgas, pesadelos, sede, tosse e outras maleitas que as expulsam do quarto delas e as conduzem à minha cama.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:43

calendário Advento 2015, dia 5

por blogdocaixote, em 05.12.15

Não dançámos ontem, à maluca, que o pai sentiu-se mal e levámo-lo ao hospital.

Mas dançámos hoje e deixámos, mais uma vez, para amanhã, o que devíamos fazer hoje: comprar bolas para a árvore.

O que se dançou por aqui: last christmas dos wham, bailando não sei bem de quem, uma daquelas novas da mariza, em que ela berra ou fica sem voz, tal é o tom grave com que canta e I feel good, de james brown.

Amanhã, então, teremos a aquisição de novos adereços para a árvore de natal, que em breve cai com o peso que alberga, e brincar aos spas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:28

Atualizações para memória futura

por blogdocaixote, em 29.10.15

Em finais de outubro de 2015 ainda estou em casa, sem trabalho remunerado. Não me apetece fuçar no blog, mas tenho a impressão de que nunca estive tanto tempo sem trabalhar. Estou já a entrar naquele modo de desempregada, dona de casa deseperada.

A Mr. está na terceira classe. Muito pouco mudou na sua postura em relação à escola e ao trabalho. Mudámos nós.

Quando a Gr. era bebé não víamos ciúmes, eles foram crescendo à medida que as duas foram crescendo também. Eu tenho mais paciência para a mais nova e passo-me muito mais facilmente com alguns comportamentos da Mr. o que gera grandes atritos. Temos uma relação difícil, eu e a Mr., que tenderá a agravar-se se eu não conseguir dar a volta às minhas posturas.

 

A Gr. está mais calma. Embora no início do ano letivo tenha resistido muito às idas para a escola, como quando era bebé, agora vai bem e fica bem. Creio que o facto de ver a Mr. ficar na escola todos os dias a fez perceber que também ela tem a escola dela.

Continua a não pronunciar bem as laterais, o que agora já começa a ser preocupante, na medida em que o problema é preguiça de colocar a língua no sítio certo.

 

O M. vai estando bem, a fazer o luto do avô, que faleceu faz hoje uma semana. É agora órfão de avós, o meu marido.

Estamos, apesar do meu desemprego e dos lutos que a vida nos vai trazendo, bem. Há saúde e capacidade para enfrentar o que nos tem chegado por "correio" e o desejo é que assim se continue.

Agora, para avacalhar isto, porque o tom sério já me está a incomodar, este é o balanço de final de ano que nunca fiz. Estou parva comigo mesma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

não fizemos os passadiços, mas...

por blogdocaixote, em 10.08.15

antes de lá chegarmos (porque já tínhamos decidido fazê-los só de tarde), fomos à frecha da Mizarela e à casa das pedras parideiras. Nós já conhecíamos, mas as miúdas não e o pai gosta muito (eu também, confesso, gosto de ver o pai brilhar) de dar espetáculo com os seus conhecimentos de geologia. A paisagem é fenomenal e as miúdas gostaram.

Depois, procurámos um sítio para picnicar e fizemos tempo. Brincaram com paus, a fazer de conta que eram arcos e flechas (para a Gr. "arco e frechen") e correram de um lado para o outro. Ainda contávamos fazer os passadiços.

Quando achámos que estava na hora, metemo-nos novamente à estrada. Ainda tínhamos uns bons 30 kms pela frente, no meio da serra da Freita, nada meiga nas curvas.

Pensávamos que elas iam dormir, mas nada feito, sempre na galhofa uma com a outra, muito bem dispostas.

Quando desistimos dos passadiços, ainda andámos mais hora e meia de carro! à procura de um local "para lá de espetacular", onde o pai tinha ido há quinhentos anos, mas nem as respostas "não sabemos se falta muito porque estamos perdidos, já não deve faltar muito, achamos nós" as deixaram ranhosas.

Quando demos com o local, ainda percorremos trilhos de cabras e percursos pedestres que devem fazer parte do trail da serra da Freita e elas sempre na boa. 

Por volta das cinco e meia da tarde, estávamos numa lagoa com uma queda de água, no meio da serra, onde arrefecemos a frustração e o cansaço de muitas horas de carro e umas trepadelas valentes. Elas adoraram e nós também. 

É extraordinário como em situações de rotina elas se passam uma com a outra e nós com elas, mas em situações diferentes elas se portam como duas adultas, com a vantagem de conseguirem manter um olhar maravilhado sobre tudo.

Da próxima vez que eu vier aqui queixar-me do comportamento das minhas filhas, mandem-me com uma barra de ferro na testa! porque de facto, elas portaram-se à altura! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:03

passadiços do Paiva

por blogdocaixote, em 10.08.15

No sábado de manhã cedo (9h da madrugada) saímos de casa com meia intenção de fazer os novos passadiços do rio Paiva, no concelho de Arouca.

Para quem aqui chegou na expetativa de informações relevantes, avanço já, para não perderem tempo, que ficámos pelas intenções. Podem ir à vossa vida.

A quantidade de gente, a falta de locais minimamente decentes para estacionar e o calor dissuadiram-nos. No dia 8 de agosto meio país deve ter-se concentrado naquela zona. Ver as pessoas a subirem os lances de escadas do Areinho fez-me lembrar formigas, em carreirinhos, a caminho do formigueiro.

De qualquer forma, para quem lá quiser ir, algumas indicações de quem lá esteve e não fez os passadiços: ao fim de semana, nos próximos tempos, contem com muitas pessoas (excursões, mesmo), vão cedo ou mais para a tarde, quando o calor começa a diminuir. 

Os 8kms de percurso ligam Areinho a Espiunca e já há táxis que levam as pessoas ao sítio onde deixaram o carro (assim, se começarem no Areinho e não tiverem forças ou não quiserem de todo fazer os 16kms de ida e volta não é necessário deixar um carro numa ponta e outro na outra).

Nós, olhámos para  cenário, tentámos estacionar, mas desistimos e fomos para outras paragens. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:49

atualizações

por blogdocaixote, em 31.07.15

As miúdas estão bem e recomendam-se (obrigada, Titi e avó Sinha).

Nós também.

Entre pequenos afazeres domésticos, perna levantada a ler blogs ou livros (ando a despachar o Asterix, obrigada biblioteca municipal), entre almoços frugais e jantares pantagruélicos, sempre em boa companhia (obrigada Rosa), temos passado os nossos dias a dois.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:31


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D