Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


a socialização devia ser proibida

por blogdocaixote, em 12.01.18

quem a vir e ouvir nas brincadeiras e jogos de faz de conta diria que vê telenovelas, principalmente as da TVI, diria que sabe o que são "iutibers" e que vê outro tipo de programas não aconselhados a miúdos de oito anos, pelo menos sem supervisão parental. É ouvi-la dizer coisas como: "mas meu amor, eu amo-te, não me deixes!" ou "olá maltinha", enquanto se filma com o telemóvel da mãe e, ontem, no banho, um gritinho agudo "ah, mr. vi as tuas partes." (quê????, partes, onde ouviste tu essa expressão? de onde veio isso?)

Na verdade, não vemos telenovelas cá em casa, a mais nova não sabe o que são "iutubers", mas passm muito tempo, é um facto, a ver a porcaria do cartoon network. E que porcaria que aquilo é. Não há um único desenho animado que não viva das novas (não sei porque ainda lhes chamamos isto, se calhar, somos só nós, os velhos que ainda dizemos novas) tecnologias, que não dependa de vídeos, de jogos online, de situações ligadas à internet. As personagens são criaturas estranhas (fisica e metalmente), mistura-se desenho com imagem real, há coelhos que vivem com peixinhos de aquário, pássaros estranhos que coabitam com animais "indecifráveis" - aquilo é um ouriço ou um urso? - viaja-se no tempo, fazem-se corridas na vertical, raptam-se professores para obter a oportunidade de repetir testes e exames, cantam-se coisas como "os alunos são muito chatos e a escola está cheia de ratos"... só para dar alguns exemplos. 

Outro facto é que mesmo sem terem telemóveis com ligação à internet, não controlamos o que fazem na escola com os colegas que têm, não sabemos que vídeos veem, que interpretações fazem da merda toda que veem, e se há merda é na internet, se há gente estúpida e ignorante é no youtube. E nós (falo de nós aqui em casa, não de um modo geral) não controlamos nada. Para já ainda nos contam se perguntarmos ou por iniciativa própria. Mas daqui a uns dois anos, se tanto, deixarão de o fazer. E como ficamos nós (aqui em casa, vocês que dão telemóveis aos vossos filhos e permitem que façam o que bem entenderem com os mesmos, vocês, estou-me a cagar para vocês, na verdade não estou, na verdade gostava que a merda que andam a fazer com os vossos filhos só vos afetasse exclusivamente e não a mim ou às minhas miúdas, mas não, tenho de levar com a vossa falta de pensamento crítico e a vossa estupidez)? 

Ficamos assim: tentamos que a supervisão, os exemplos que damos e a educação tenham algum papel. 

Estou furiosa, sim, e possivelmente algo rude, mas cansa ver a forma ignorante como a minha geração está a educar os seus filhos.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 12:10



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D