Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Atualizações para memória futura

por blogdocaixote, em 29.10.15

Em finais de outubro de 2015 ainda estou em casa, sem trabalho remunerado. Não me apetece fuçar no blog, mas tenho a impressão de que nunca estive tanto tempo sem trabalhar. Estou já a entrar naquele modo de desempregada, dona de casa deseperada.

A Mr. está na terceira classe. Muito pouco mudou na sua postura em relação à escola e ao trabalho. Mudámos nós.

Quando a Gr. era bebé não víamos ciúmes, eles foram crescendo à medida que as duas foram crescendo também. Eu tenho mais paciência para a mais nova e passo-me muito mais facilmente com alguns comportamentos da Mr. o que gera grandes atritos. Temos uma relação difícil, eu e a Mr., que tenderá a agravar-se se eu não conseguir dar a volta às minhas posturas.

 

A Gr. está mais calma. Embora no início do ano letivo tenha resistido muito às idas para a escola, como quando era bebé, agora vai bem e fica bem. Creio que o facto de ver a Mr. ficar na escola todos os dias a fez perceber que também ela tem a escola dela.

Continua a não pronunciar bem as laterais, o que agora já começa a ser preocupante, na medida em que o problema é preguiça de colocar a língua no sítio certo.

 

O M. vai estando bem, a fazer o luto do avô, que faleceu faz hoje uma semana. É agora órfão de avós, o meu marido.

Estamos, apesar do meu desemprego e dos lutos que a vida nos vai trazendo, bem. Há saúde e capacidade para enfrentar o que nos tem chegado por "correio" e o desejo é que assim se continue.

Agora, para avacalhar isto, porque o tom sério já me está a incomodar, este é o balanço de final de ano que nunca fiz. Estou parva comigo mesma.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30


6 comentários

Sem imagem de perfil

Marco a 29.10.2015

Lê, pelo menos 100 vezes, o teu primeiro parágrafo... ;)
Sem imagem de perfil

Quarentona a 29.10.2015

Haja saúde :)
Imagem de perfil

blogdocaixote a 30.10.2015

bebo a isso! Haja saúde.
Imagem de perfil

Niki a 30.10.2015

"Eu tenho mais paciência para a mais nova e passo-me muito mais facilmente com alguns comportamentos da Mr. o que gera grandes atritos. Temos uma relação difícil, eu e a Mr., que tenderá a agravar-se se eu não conseguir dar a volta às minhas posturas."

Sinceramente esta é a única parte que tens de mudar, a Mr tem o seu feitio, tem as suas dificuldades na escola e precisa muito da paciência da mãe para a ajudar... e se a mãe se passa com ela a fazer os trabalhos, não vai ajudar nada a Mr gostar da escola.... e olha que sabendo eu que os pais tem sempre mais "empatia" por um filho, e tendo sofrido isso na pele porque eu não era a preferida de nenhum dos meus progenitores.... sei que as atitudes dos pais só fazem com que no futuro os filhos sejam daqueles que reviram os olhos a uma chamada dos pais, ou que para eles seja apenas um obrigação visitar e cuidar dos pais...
Não deixes que a situação se agrave mais, porque a Mr ainda vai ter fases mais dificieis na vida, e ter a mãe como inimiga não ajuda em nada.
Sei que a culpa não é só sua, e sem que tem de educar também.... mas se é a própria a admitir que tem mais paciência para a mais nova, e é mais fácil nos adultos nos moldarmos e mordermos a língua do que uma criança com a mentalidade bem menor que a nossa a modificar certas coisas que de certo faz por ser criança.

Ontem o meu marido chamou-me a atenção que há dois dias que chegava a casa e via a M de castigo e que eu tinha de ter mais paciência com ela... porque ela com 2 anos faz as mesmas asneiras vezes sem conta, mesmo tendo acabado de ralhar com ela...claro que eu disse que educar tinha de ser consistente e o meu marido ao fim de semana é o que ralha mais com ela, mas durante a semana como não esta com ela, tende a fechar os olhos...Mas depois fiquei mesmo a pensar para os meus botões, das vezes que a pus de castigo foi porque ela me queria chamar a atenção porque eu estava a cozinhar e lhe disse que a mamã agora não pode brincar contigo...
E pronto eureka fez-se luz a M só está a chamar a atenção e eu tenho de ter mais paciência e lembrar-me que ela tem saudades minhas e não tem culpa das mil tarefas que eu tenho de fazer... e não tem mano para brincar com ela...
Imagem de perfil

blogdocaixote a 30.10.2015

Eu sei, Niki, mas as nossas atitudes são muito difíceis de mudar... obrigada pelos conselhos.
Imagem de perfil

Niki a 30.10.2015

Oh então não sei, sou a primeira a pecar.... por isso é que se fez luz a mim depois de o meu marido me chamar a atenção... mas xiu não lhe digam nada :P

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D