Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


bitter sweet symphony

por blogdocaixote, em 19.12.16

O despertador do M. toca, à hora do costume. Filho da mãe, esqueceu-se de alterar as definições.

Fico ali deitada, digo ao corpo e ao cérebro que posso continuar a dormir, posso.

O cérebro vai buscar as avaliações, que terei de imprimir ou mandar imprimir, fica ali a ruminar naquilo, o  meu corpo diz-me que não quer dormir mais, mas eu quero e deixo-me ficar. Acho que fico mais um bocadinho num limbo e quando me sinto desperta outra vez tenho de me levantar porque agora é a bexiga que me chateia. Volto a deitar-me, mas as avaliações voltam ao ataque.

Levanto-me difinitivamente, cerca das 9h e vou para a cozinha. Tomo um pequeno-almoço rápido, pão velho torrado e uma chávena de água suja de café. Não há leite sem lactose, já sei de que daqui a meia-hora vou estar cheia de fome!

Vou para a sala e sento-me ao computador. O trabalho é constantemente interrompido por mails, de colegas, de titulares, do coordenador... é tudo novo, andamos todos a apalpar terreno, tanta documentação e dúvidas sobre preenchimentos, finalidades... às 10 o M. aparece, tira-me um café e desaparece para as suas cenas, fora de casa.

Às 11 faço uma pausa. Levo o telemóvel para a casa de banho, ponho uma mix de indie/pop rock a tocar no youtube e tomo banho. Ao som de The killers danço pelo quarto em cuecas, admiro os meus abdominais (são fixes, muito fixes), abano o rabo (não é assim tão fixe). Visto-me e danço mais um bocado.

Decido continuar a pausa, mas entretanto recebo mais mails com instruções novas. Tenho de refazer algumas coisas. Cago na cena. Vou ao Lidl. Faltam-me algumas coisas em casa, leite sem lactose, por exemplo.

Isto de não as ter em casa é, realmente, uma bitter sweet symphony.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:04


1 comentário

Sem imagem de perfil

Lis a 23.12.2016

Essa dos abdominais era para fazer inveja? É que eu fiquei! :-)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D