Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


bois will be bois

por blogdocaixote, em 11.05.22

As doenças sexualmente transmissíveis são assim chamadas - transmissíveis - porque passam, única e exclusivamente, entre as mulheres. Não há homem que as tenha e que, por via de as ter, as passe às mulheres.

As gravidezes, já agora, são também da responsabilidade exclusiva da mulher, que circula pela vida a recolher esperma alheio, à revelia do macho.

Senhor Doutor médico de família, ensine as suas doentes a controlarem os ímpetos sexuais e a não angravidarem. Ou então, deixe-se lá disso de permitir IVGs só porque a paciente "pede". Continue também a não solicitar exames de diagnóstico de problemas provocados por relações sexuais desprotegidas. Assim, as possíveis doenças sexualmente transmissíveis não aparecem nas suas fichas, a sua reputação (do sr. dr.) não é manchada.

Em relação aos seus doentes machos, deixe-os lá andar livres e soltos. Afinal isto das consultas de planeamento familiar é só para mulheres. Os homens não planeiam nada, a gente já sabe. Boys will be boys, não é?  

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:54


4 comentários

Sem imagem de perfil

Anónimo a 11.05.2022

Apoiado!
Lis
Imagem de perfil

L. a 11.05.2022

Filhos da ...
Sem imagem de perfil

Anónimo a 12.05.2022

Vamos lá ver: a culpa não é nossa!
Um homem vai tranquilamente na rua e passa uma mulher. Ela, com o espírito do demónio contido em seu corpo, usa das suas glândulas mamárias para seduzir o pobre coitado. Ele não tem culpa por não resistir, pois nosso senhor não o dotou de defesas contra aquele poder absoluto. Ela, cheia de malícia e pecado, conduz o inocente até ao pecado e, mesmo contra a sua vontade racional, ele não consegue libertar-se do feitiço demoníaco. Aí, quando o desarmou totalmente, ela obriga-o a transmitir-lhe uma qualquer DST e a engravidá-la para que ela, num manancial de prazer e luxúria, possa fazer uma IVG!!
Aqui está a lógica que leva a medidas como a que a senhora aqui contesta!
Por isso digo: chega de sermos vítimas das mulheres! Nós somos fraquinhos! Não podemos continuar a aceitar estes abusos e fingir que não se passa nada.
Ass. M
Imagem de perfil

Anita a 12.05.2022

Igualdade é o que se chama... ou será que essa palavra só existe no papel???

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D