Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

dancemos, então...

por blogdocaixote, em 27.02.19

Eu não sei dançar a valsa, disse-me ele baixinho.

Não faz mal, eu respondi. Dançamos outra coisa qualquer. 

E dançámos um bocadinho, ali, os dois, coladinhos.

Não sei que dança era, se era tango, se era salsa, mas estávamos no mesmo salão. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:52

Espanto

por blogdocaixote, em 19.12.18

És o meu marido, eu disse, mesmo antes de adormecer, a minha mão a chegar perto da dele, num toque só, de dedos.

É, às vezes ainda me causa espanto. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:55

dança

por blogdocaixote, em 13.12.18

Vieste de mansinho e dançaste comigo o last christmas

fizeste-me entrar no natal

pela porta grande

obrigada

 

dançámos juntas enquanto eu me vestia para ir para a ginástica

fazemos isso muitas vezes e eu gosto tanto

 

que a nossa vida seja sempre uma dança

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

As boas surpresas são coisas boas

por blogdocaixote, em 24.09.18

Sinto que isto de uma pessoa planear surpresas para a cara metade, sejam grandiosas, sejam surpresas pequeninas, à medida da disponibilidade financeira e emocional (sim, porque é preciso disponibilidade emocional para fazer coisas, para uma pessoa se mexer e conseguir fazer coisas), é meio caminho andado para a malta se manter apaixonada. 

Apaixonada pela cara metade e pela vida, ou melhor, pelas pequenas coisas que fazem a vida de todos os dias.

Sábado foi um dia bom. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:58

o meu quarentão

por blogdocaixote, em 20.09.18

IMG-20180918-WA0015.jpg

 Este é o homem com quem casei.

Um animal no palco, em frente ao microfone, com uma tusa enorme pelo que faz.

IMG-20180918-WA0012.jpg

Este é o homem com quem casei. O homem que se entrega, apesar dos medos e das ansiedades, que dá tudo de si, de forma conscenciosa e ao mesmo tempo exuberante. 

IMG-20180918-WA0010.jpg

Este é o homem com quem casei, que é na vida de todos os dias o que é no palco. 

Parabéns, hombre, pelos 41 anos de vida. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:20

bipolar é o amor

por blogdocaixote, em 05.06.18

Ontem, ou dias atrás, ter-te-ia espiralizado, com o corte de esparguete. 

Hoje, agarras-me pela cintura, um bocadinho mais abaixo, e beijas-me o pescoço, respiras-me e olhas-me e eu perco a vontade de te espiralizar. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:26

o jogo

por blogdocaixote, em 20.04.18

Começou quando regressávamos de Lisboa, aquando da minha consulta de ombro na Cuf, só os dois.

Cada um escolheu uma marca de camião, se passar a minha marca posso dar-te uma cacetada, se passar da tua, dás-me tu. Podia ter-nos dado para pior. Não é todos os dias que podemos bater no parceiro e não sermos acusados de vioolência doméstica.

Nessa noite eu fui scania e ele volvo. Ele bateu mais do que levou e agora, em viagens mais ou menos compridas, é o nosso jogo. 

Que parvoíce! que grande parvoíce! Só que as parvoíces às vezes fazem-nos chegar a conclusões (igualmente parvas ou que não interessam a ninguém) engraçadas: 

1º se pudermos bater no parceiro, só usamos um bocadinho de força se estivermos zangados por algum motivo e vai de aproveitar para descontar, mas não ousamos magoá-lo a sério. Não fomos feitos para isto de andar a espancar parceiros.

2º não havendo razões de queixa latentes, damos uma sacudidela no parceiro e até temos pena. 

3º em determinadas zonas do país há mais volvos, noutras mais scanias, noutras mais renaults ou mercedes (eu avisei que as conclusões eram parvas)..

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:03

na vida e não só nas palavras

por blogdocaixote, em 13.04.18

Faz hoje anos que estamos juntos, mas não vou fazer nenhuma declaração de amor aqui por escrito.

Não vou falar do quanto te amo porque todos os dias te mostro: quando me levanto e vou eu tratar do que tem de ser tratado, para tu dormires mais um bocado,

quando faço compras para as nossas refeições,

quando cozinho devagar e a pensar naquilo de que vocês mais gostam (há anos que não faço um arroz malandrinho),

quando me junto a ti na cama, depois de ir levar as miúdas à escola,

quando vou contigo a armazéns de segunda mão,

quando te levo snacks ao escritório,

quando te vou dar um beijinho,

quando te passo a mão no cabelo rapadinho,

quando te penteio as sobrancelhas,

quando te dou a mão na rua,

quando não me importo de tomar café cheio por causa daquele problema que nós sabemos de tu pedires sempre café curto (embora proteste),

quando te peço para comeres devagarinho,

quando obrigo a sair da cama mais cedo para aproveitares o dia,

quando te acordo das sestas (aí é porque também me amo e não quero aturar as tuas neuras de bebé dorminhoco que não dormiu o suficiente),

quando me deixo ficar em vez de ir para a cama,

quando....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09

arrependimento esclarecido

por blogdocaixote, em 19.03.18

O m. costuma ir para a cama depois de mim. Às vezes nem dou conta da sua chegada ao leito matrimonial, tal o meu estado de adormecimento.

No outro dia, levantou-se do sofá e largou o que estava a fazer, anunciando que ia para a cama porque estava cheio de sono. Eu fui também, sem estar cheia de sono.

Chegámos à cama, ele adormeceu. Eu... fiquei a olhar para o escuro, para o teto, que não via por estar escuro.

 

Arrependi-me de ter ido para a cama com ele, pois claro! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07

a caminho dos onze

por blogdocaixote, em 07.03.18

No sábado fazemos onze anos de casados.

Não temos babysitters de espécie alguma. Vamos fazer um jantar cá em casa e partilhar com alguns amigos a comemoração.

"Não!" disse-me alguém. "Vão jantar os dois, um jantar romântico..." e deixamos as miúdas em casa com uma fatia pizza e o cartoon network.... pensei eu. Talvez daqui a uns dois anos esse plano seja exequível. Para já, ficamos mesmo pelo romantismo de podermos estar com amigos na nossa casa, no mesmo dia em que faz anos que nos casámos.

Adivinho um chilli con carne ou algo assim rápido e bom, uma garrafas de tinto das quais não beberei, umas garrafas de espumante mais ou menos rasca, do qual não beberei, muita conversa e barulho.

É, este ano será assim. 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:57


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D