Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Retratos da vida no interior

por blogdocaixote, em 19.07.18

IMG_20180714_175115.jpg

IMG_20180715_165648.jpg

IMG_20180716_104851.jpg

 

IMG_20180716_184525.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:44

ela está de férias

por blogdocaixote, em 18.06.18

aaaaahhhhhh! como faço para ela não passar os dias agarrada aos écrans?

vou ali cortar os pulsos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:37

Elas e as escapadinhas

por blogdocaixote, em 06.04.18

Nunca querem ir a lado nenhum. Os brinquedos, os livros, os jogos no telemóvel do pai, o cartoon network, as panquecas da mãe, a bolonhesa do pai são muito melhores do que idas e saídas aqui e ali.

Nem sempre conseguimos vencer a barreira de obstáculos que elas nos deitam em cima, mas vamos fazendo orelhas moucas. Umas vezes é prazeroso, outras uma valente merda sair com duas miúdas que conseguem passar o passeio todo a ranhosar.

Fomos a Montesinho passar duas noites e não foi automática a decisão de as levarmos. Mas foram, fomos todos. E, durante esses dois dias, passados metidos num carro, em estradas cheias de curvas e chuva, metidos num bungalow no meio do nada, eu só pensava: estas miúdas são um espanto! Não houve birras, não houve porrada. Houve passeios, com chuva e vento e frio, posta e batata frita, mas também atum e esparguete, filmes no computador, vento lá fora e até trovoada, houve calor da salamandra, mimo e muita calma. Houve família. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:08

para memória futura

por blogdocaixote, em 28.08.17

duas semanas, em julho, sem miúdas

pouco trabalho na escola, jantares tardios, muita fox comedy, alguma leitura

em início de agosto, ajudámos na mudança de casa dos meus pais, a casa onde vivemos mais de trinta anos em Baltar

na dia 5 de agosto rumámos a Tavira, para contrariar a tendência dos útimos anos. Tavira recebeu-nos com temperaturas altas e um mar mais ou menos frio. Ficámos a conhecer praias novas: da Fábrica, Cacela velha, voltámos à do Barril. 

na segunda semana por terras do sul subimos à nossa costa vicentina, sem poiso certo, sem casa apalavrada, mas com tendas e sacos cama. O parque de campismo do Serrão foi nosso por uma noite apenas, que isto de acampar sem equipamentos não é para mim.Telefonemas atrás de telefonemas apalavrámos uma casa à saída de Aljezur. Fizemos praia em Monte Clérigo, onde as miúdas puderam chamar pela prima, pelos tios e pelas tias. comer as bolachas de chocolate da prima e lambuzarem-se de mexilhão e percebes.

No final, passámos no Badalhoca parque, perdão, Badoca e a mãe encheu-se de pó.

Voltámos a Baltar e acabámos de despejar a casa. 

Agora, são os braços de Belmonte que nos acolhem, juntamente com a chuva que vem apagar os incêndios. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 18:36

notas aleatórias

por blogdocaixote, em 20.07.17

fim de ano letivo, listas de graduações onde o nosso nome cai, como um cantor que desceu nas tabelas de audições das rádios nacionais, colocações extraordinárias, nós quase a entrar em férias e naquele mood de merda de todos os finais de ano letivo.

miúdas acabaram bem, Mr entrará no 2º ciclo a tocar trompete, Gr. passa para o 2º ano sem ter ficado com ódio à escola.

 

Já limpámos o teto da sala, já fizemos e desfizemos planos de redecoração (quem é que vai gastar dinheiro em cortinas novas se não sabe como vai estar no futuro muito próximo?)

 

estamos sozinhos e sinto-me bem, sinto-me de férias: vou para a cama quando me apetece, como o que me apetece, vou ao ginásio se me apetece, monopolizo a televisão e o fox comedy, não arrumo brinquedos da casa toda, não ouço mil vezes ao dia "mãããããeeeeee". Sou uma besta, não tenho saudades das minhas filhas.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:11

Self denial

por blogdocaixote, em 19.04.17

Se eu quiser, se a minha capacidade de ilusão me ajudar, vou continuar de férias.

1492596530107-1138347901.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:07

Apontamentos das férias da páscoa

por blogdocaixote, em 13.04.17

Apontamento 4 (perdi a conta)

IMG_20170413_132012.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:21

apontamentos escritos

por blogdocaixote, em 11.04.17

Hoje fiz mais 26 kms de bicicleta.

À tarde, subimos à Torre.

O pai, a meio da subida, levou o mote da mãe a sério (se não param de discutir uma com a outra, o pai pára o carro e vai lá para fora dançar à maluco).

A serra está linda, apesar de ainda ter as cicatrizes dos fogos do verão passado.

Fizemos um caminho de terra batida, desde o Poço do inferno até Verdelhos. Elas iam assustadas, mas depois quiseram correr ao lado do carro. Ainda pensámos duas vezes se não seria fixe pregar-lhes um susto e fugir (está bem, eu pensei)... mas deixámos para outro dia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:18

Apontamentos das férias da páscoa

por blogdocaixote, em 11.04.17

Apontamento 3

Brincar na neve de manga curta

IMG_20170411_154121.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:13

é o chamado morrer na praia

por blogdocaixote, em 09.04.17

Já estava planeado haver bicicletas estas férias. O meu irmão arranjou dois suportes e fez-me o favor de trazer uma bicicleta para mim, para além da dele.

Ontem à noite, apresentou-me mais ou menos o percurso: subimos a Santa Cruz, são 8 kms a subir, mas depois o resto é sempre a descer. E podemos parar a cada dois kms na subida.

Torci o nariz. Fazer 8 kms a subir, a subida para a Guarda... não me agradou... mas o man insistiu "faz-se bem, com paragens é fácil, vais ver, depois é sempre a descer..."

Eu devia ter confiado no meu instinto. Ainda não me esqueci daquela vez que fomos de férias para a neve e depois da primeira aula, o homem achou que eu já estava apta para descer a montanha em vez de apanhar os "ovos" para chegar ao hotel. Demorámos cerca de duas horas a fazer um percurso que demoraria uns 10mns de teleférico, mas chegámos.

Dizia eu que não me esqueci dessa viagem, por isso, fui de pé atrás fazer o percurso de hoje.

A subida não foi o que me matou... as pernas aguentaram na boa uma média de 6, 7 kms/h. O que me matou foi a falta de calo numa certa parte do corpo, mais o ombro esquerdo e a dor na cervical, que gradualmente me foram contaminando as costas todas e a cabeça, isso mais a dor numa certa parte do corpo onde me falta calo. Já para não falar do facto de que não era sempre a descer.

A cerca de 4 ou 5 kms de casa, numa reta, imaginei-me a fazer a subida para o Colmeal e comecei a achar que não aguentava mais. Encostei à box e liguei ao marido. Vem-me buscar... tão perto de casa e tão longe. É o que se chama morrer na praia.

Foram quase 40 kms, quase...

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:05


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D