Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

para memória futura (férias 2021)

por blogdocaixote, em 04.09.21

Não podia faltar o relatório das férias de 2021, para mais tarde recordar.

As aulas nunca mais acabavam, mas quando acabaram e pudemos mandar-nos daqui, fui com as miúdas para Belmonte, sem o pai, depois estivemos no norte e no início de agosto mandámo-nos para o sul. Uma semana no Monte do costume e outra quase em espanha.

Para o Monte levámos a sobrinha, elas fartaram-se de apanhar ondas e eu nem os pés consegui molhar. A água estava gelada. Fiz várias tentativas, fui fruto de gozo e pilhérias, mas o resultado era sempre dores excruciantes nestes ossos, aparentemente de mulher de oitenta anos.

Em Tavira apanhámos um calor de ananases, consegui ir a banhos e até comi bolas de berlim. Para variar e não ter de andar sempre a atravessar a ria, experimentámos a Manta Rota, que achámos uma bela porcaria (mil desculpas se ofendo alguém). Dormimos mal para catano.

Fui à loja social, para me abastecer de livros às carradas, a preço da uva mijona, mas havia quase nada. Despachei uns quantos que levei de casa do paterfamilias e os melhorzitos que me vieram à mão na dita loja social (todos em inglês).

No fim destas duas primeiras semanas, dividimo-nos pelo norte e Belmonte.

No norte, demos uma saltinho curto à Imbicta, com as miúdas. Comprámos cenas da Jewels don't shine, mamámos (eles, eu não, que não sou apreciadora) uns eclairs da leitaria, vimos a fila de 2kms para a Lello e ficámos assombrados com a quantidade incrível de turistas que voltou a inundar a cidade.

No interior centro e desquecido, fizemos a rota das praias fluviais, para descobrir que não tem nada de desquecido, dada a quantidade de gente que havia por todo o lado. Numa só tarde, tentando encontrar um spot decente e sem gente, corremos três praias de rio.

Conclusão número um: vamos ficar pela de sempre, que conhecemos de gingeira e da qual gostamos, embora a água seja gelada.

Conclusão número dois: as fotos das praias são bem boas, mas quando chegamos aos sítios ficamos a modos que desiludidos, não sei se porque ver tantas pessoas quebra o encanto, se porque de facto os locais não são tão aprazíveis como as fotos queriam fazer parecer. 

Como a miúda mais velha tinha de ser vacinada, regressámos à base ainda antes do agosto acabar. 

Demos uns mergulhos neste mar (só numa tarde fui mais vezes à água do que no Monte) e para não desiludir, quando ainda contemplávamos uma terceira ida a banhos, veio aquele nevoeiro típico do oeste, que nos mandou para casa a tremer de frio. Definitivamente, aqui não dá para fechar a praia às oito e meia da noite como lá por baixo. 

Setembro veio com ameaças vãs de chuva e trovoada e a colocação aqui ao lado de casa, onde me arrisco a encontrar pais e alunos ao virar de todas as esquinas (no comments). 

Bora lá, ano novo! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:12

fim

por blogdocaixote, em 30.08.21

desfiz as malas, hesitantemente

como se o ato de guardar nas gavetas a roupa com que andei de um lado para o outro neste mês fosse sinónimo de um fim de uma coisa que não quero que tenha fim

digo às miúdas que só apreciamos as férias se não estivermos sempre de férias

mas na verdade eu queria estar sempre de férias

naquela disposição de não ter horários para cumprir, sítios onde ir ou coisas obrigatórias para fazer

naquela disposição de deixar para amanhã o que podia fazer hoje

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 13:49

já cá faltava

por blogdocaixote, em 07.09.20

Miúdas rumam a norte em meados de julho.

Pais ficam em casa, em pinturas e arrumações: bolores e autocolantes foram à vida.

No ínício de agosto rumámos todos em direção à Costa de sempre, pela primeira vez só os quatro na primeira semana, com tios e prima na segunda.

Aniversário da mais velha no norte. E pelo norte ficámos o resto do mês.

No geral, se me perguntarem: mas tiveste tempo de descansar? tempo tive, mas a minha cabeça continua cansada.

Estou sentada na mesma mesa, no mesmo computador, para cúmulo com as mesmas pessoas online/presencialmente e parece que ainda ontem o ano letivo 2019-20 terminou e já estou novamente embrenhada no 2020-21, com o cérebro a 20% e sem vontade de fazer coisa nenhuma.

Serei só eu? 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:58

É uma seca...

a praia

por blogdocaixote, em 09.08.20

Na verdade, estar na praia é uma valente seca! Só isso explica o facto de toda a gente se ter levantado quando a retroescavadora invadiu a areia. Só isso explica toda a gente ter ido atrás dos polícias até lá ao fundo, bem ao fundo, para ver o que eles iam fazer.

A minha desculpa: eu já estava a caminho do fundo da praia, para passear nas rochas, ok? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:09

Bom dia

por blogdocaixote, em 03.08.20

IMG_20200803_100547.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:07

as férias, ai...

por blogdocaixote, em 11.09.19

As duas últimas semanas foram passadas de um lado para o outro, entre o norte e o interior centro.

De regresso da praia, parámos em casa, lavámos roupa, dormimos e abalámos novamente.

Uns dias no norte, quase uma semana no interior, em Belmonte.

Foram dias muito bons, passados a quatro. Creio que foi a primeira vez que estivemos só os quatro nestes anos todos, no que toca às férias grandes. Estamos sempre com pessoas, entre avós e primos e tios. Desta vez, não havia ninguém. As horas foram só nossas. Praias fluviais, piscina, lanches tardios, ir buscar fruta às árvores, legumes à terra. Regar...

Houve uma tarde, em que chegados da piscina da graça, fui diretamente aos tomates, apanhei uvas e abrunhos. Depois, decidi regar. Já lá estávamos há um dia e ainda não me tinha lembrado de que as hortas e pormares necessitam de ser regados. 

Andava, toda lampeira, mangueira abaixo, mangueira acima, liga daqui, desliga dali, rega as amoras, as framboesas, rega as pereiras e os abrunheiros, as nogueiras e as outras coisas acabadas em -eira, quando vejo o primo/vizinho a sair de casa a correr, com a boca cheia do jantar. Vinha dizer-me que já tinha regado. Toma lá, que é para não ter armares em camponesa! 

Findos estes dias, voltámos, mais uma vez ao norte. As miúdas dormiram sempre em casa da avó e nós andámos na pura galderice. Que delícia.

Mesmo quase no final de agosto, o Marco tinha uma reunião na escola. Fizemos uma malinha com duas mudas de roupa e viemos sozinhos.  

No dia da reunião, assim que chega à escola, a primeira coisa que vê é o carro do big boss, que ainda deveria estar de vacances. Vem aí merda, pensou ele, com toda a razão. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 16:52

As férias, ai as férias!

por blogdocaixote, em 10.09.19

As férias foram há séculos!

É verdade que acabaram há dez dias, mas os primeiros dias deste mês foram tão ricos em acontecimentos inesperados e assustadores que parece que acabaram há meses.

Por partes, Gabs, focus, focus, como dizia o marco no outlet da póvoa, quando comecei a ver a montra da sapataria eureka.

Vamos às férias (ai, parece que foram no ano passado).

As primeiras duas semanas estivemos na nossa costa. Foi tão bom, que até me dói. Sei que foi bom porque viemos embora com um nó no peito, que volta quando me lembro daquele pôr do sol à beira mar, daquela luz difusa do entardecer, do barulho das ondas, do cheiro a esteva, e das camarinhas e do peixe acabado de pescar, a grelhar, do pão molhado no tempero da salada de tomate.

Duas semanas carregadas de sol (uma manhã de chuva), de areia da praia, poucos (tão pouquinhos mergulhos, que a água estava gelada), caminhadas pela estrada acima, pela estrada abaixo, gins na varanda, muito tempo a ler, percebes e pão com manteiga, vinho branco fresquinho e minis acompanhadas de alcagoitas (viva, tio Fernando). 

Duas semanas em que decidi não me chatear com nada ou quase nada. As miúdas estiveram livres para fazer o que queriam, comer o que queriam e até não comer, se fosse caso disso. Passaram quase todas as horas mortas ao telemóvel ou a ver televisão. Eu deixei, pois... Zen, toda eu, quase toda eu, era zen.

Comprimidos para continuar zen? há? quem me vende uns gramitas? uma ervazita? Até vinha a jeito, porque a próxima personagem que me calhou na nova peça é uma freira que fuma umas.... até me ajudava a construir a personagem...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:01

Cá vamos nós

por blogdocaixote, em 01.08.19

A caminho da costa (vicentina), o nosso poiso habitual,. Desta vez com um destaque no bucho. Toma! 

Boas férias para quem está de férias, bom trabalho para quem não...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:08

olá, agosto.

por blogdocaixote, em 31.07.19

Adeus, julho. Foste o mês dos planos furados, e olha que eram planos deliciosos! (e não eram só meus, estragaste planos de gente que estava a contar contigo e especialmente comigo). 

Vem, agosto e passa devagar, por favor. Que sejas doce e sumarento, porque carregas o peso de nos carregar baterias para o ano que vem (que para variar, se adivinha uma real m#$%=. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:34

férias

por blogdocaixote, em 24.06.19

Olho para a minha sala e penso vinte vezes seguidas:

melhor assim do que agarradas ao écran, melhor assim do que agarradas ao écran,  melhor assim do que agarradas ao écran....

porque tenho a sala cheia de pinipons sem cabeça e restantes componentes (saias, perucas, troncos e pernas), meias que fazem de cama e não sei onde pôr os pés. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 15:51


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D