Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Notas

por blogdocaixote, em 27.11.21

A mais velha conseguiu a proeza de ficar em isolamento provisório duas vezes no mesmo mês,  uma vez à conta dela, desta vez à conta de um caso positivo na turma. 

O pai esteve em casa quatro dias, à conta dele e de uma rinite marada que lhe deu metade dos sintomas do covid

Eu e a Guiomar vamo-nos safando, pelos pingos da chuva.

Estamos, a partir da próxima semana, em estado de calamidade. Vamos ver o que os próximos dias nos trazem para além do expectável. 

Beijinhos a todos. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:23

O poder da castanha

por blogdocaixote, em 12.11.21

Ontem, algumas castanhas vindas de um dos domicílios de algum querido aluno ou aluna explodiram-me na cara/ máscara, cabelo, óculos, roupa, etc. 

Esta explosão não me impediu de ter um ataque de riso. No entanto, se apanhasse o puto que trouxe as castanhas por golpear era bem capaz de o golpear eu com um belo pontapé no rabo.

À noite, para não deixar passar em branco o São Martinho, estávamos sentados à mesa, às 22.00, que também não quis não ir à minha ginástica. Escrevia eu, eram dez horas da noite e estávamos à mesa. Os adultos acompanhados de um copo de tinto, as miúdas água (sem pé). Foram os momentos altos da semana.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:41

crazy

por blogdocaixote, em 28.10.21

Só em meados de junho mandei a roupa de inverno para as devidas caixas, só aí me livrei do edredon e das mantas no sofá.

Nestes dias, as minhas gavetas estão ainda cheias de t-shirts e manguinhas cavas.

Quando saio do banho, de manhã,  já não sei que vestir.

Vou usando camadas, começando pelas tais manguinhas cavas e acabando num casaco kimono de malha. Por volta das 10 da manhã tiro o casaco, ao meio-dia a camisa de manga comprida, ficando de bracinho à mostra. Às quatro e pouco volto à camisa e meia-hora depois já tenho o casaco vestido outra vez. 

As miúdas andam roucas e queixosas da garganta há umas três semanas. 

No quadro, nas salas de aula, escrevo the weather is sunny ou cloudy, mas na minha cabeça a descrição que mais se acomoda ao tempo que vivemos é "crazy".

Mais crazy ainda após o chumbo do orçamento e umas supostas legislativas antecipadas. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46

diário

por blogdocaixote, em 24.09.21

Abro a porta da cozinha e a gata mia. Preparo as coisas para o pequeno-almoço, nem sei se posso chamar-lhe assim, pequeno-almoço, se elas não comem quase nada.

Elas chegam, ensonadas e rabujas. Metem à boca pedacinhos de torradas e bebem chá ou cevada. Parece que o leite as enjoa durante o ano letivo, para passar a saber bem apenas nas férias. 

Depois, preparo os lanches para a escola. A gata ronda os nossos pés e os pés da mesa, em miados agudos de quem não come há semanas, mas tem o seu prato cheio. A culpa é de quem lhe dá pedacinhos amarfanhados de fiambre.

Despacho-as da cozinha com o cheiro das torradas com manteiga entranhado nas mãos. O que vale é que é um cheiro bom. 

Rabujas, as minhas filhas preparam-se para ir para a escola. Eu preparo-me no que falta preparar. 

Saímos. A geografia inicial mantém-se a mesma há vários anos. Depois, sigo viagem nos caminhos novos que trilho todos os anos. Invariavelmente cheios de curvas. Este ano, mais curtos. Já não era sem tempo! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:34

a primeira semana do "ano"

por blogdocaixote, em 22.09.21

Entro às 9.00.

Às 10.00 saio e venho a casa ou vou à escola sede, se precisar de alguma coisa de lá. Também posso simplesmente assentar arraiais num café fazer horas até à aula seguinte, que começa às 11.00. 

A manhã termina às 12h. Venho para casa e faço "cenas". Se as aulas seguirem pela tarde, recomeço às 13.30 e às 15.30 termino. No máximo dos máximos em meia-hora estou de volta a casa.

São as mesmas horas letivas do ano que passou e parece que são muitas menos. 

Nas tardes em que elas têm atividades ou aulas de instrumento é que a porca torce o rabo: inicio os serviços de leva e traz, traz e leva e chego à noite mais morta que viva.

Esta é a primeira semana do ano letivo, aquela que tem pilhas daquela marca que dura e dura e dura! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:58

notas muito soltas

por blogdocaixote, em 13.09.21

Foi um bom domingo. A feira de velharias era enorme, o parque cheio de sombras.

Muitos livros e, no fim, contra o meu costume, decidi dar uma vista de olhos pelas cruzetas.

Comprei algumas peças de roupa, bem baratas e giras, umas coisas só para mim, outras a pensar na Mr.

Tenho medo de andar de moto na autoestrada e o capacete não integral não ajuda. 

O regresso, pela nacional, foi bem mais agradável. Até dispensámos os blusões de couro. Mantive as luvas para não fazer calos.

À tarde, o calor manteve-se e bebeu-se um café numa esplanada na vila.

Comecei a ler um dos livros que trouxe e dei-me conta de que estou a ler duas biografias ao mesmo tempo. Decido deixar a do Gunter Grass para a noite e a Patti Smith para a tarde. Não sei se decido bem.

Hoje recebo o horário do novo agrupamento e começo a trabalhar com a colega. O horário não é mau, embora implique a volta ao agrupamento todo, que vai quase até Fátima e contenha quase em exclusivo turmas mistas.

Recebo os últimos raios de sol do dia, na varanda, com uma brisa que me deixa os braços arrepiados e me faz desejar uma camisola. Hesito em beber uma cerveja, tenho bebido uma todos os dias, por esta hora. 

Esta semana recomeço a ginástica.

Esta semana é, também, a última de liberdade quase absoluta e isso deixa-me um travo amargo na boca. Se calhar por isso não vou beber a cerveja.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

o pai cá de casa

por blogdocaixote, em 29.07.21

Cá em casa, o pai pinta as unhas das miúdas, o pai faz penteados, o pai "ensina" a mãe a andar de tacão.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07

é sempre todo um mundo novo

por blogdocaixote, em 28.07.21

Daqui não vejo, mas imagino, porque estendi-os logo pela manhã (fresquinha, fresquinha), os três soutiens: o meu, o da mais velha e o da mais nova.

É muito estranho, isto de ter em casa pessoas que, de um momento para o outro passaram, a necessitar de usar algo como um soutien. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:18

estilos (ou uma lição sobre)

por blogdocaixote, em 13.07.21

que fazes?

estou a pesquisar roupa alterna.

Até me caiu a caneta da boca, a caneta com que ia escrevendo no caderno e que punha na boca quando precisava de voltar ao teclado do computador.

Alterna? podia jurar que tinha ouvido alternadeira, que a minha mais velha queria roupa de alternadeira. Depois pedi para repetir e ela disse outra vez "roupa alterna". Claro que não podia ser de alternadeira, ela sabe lá o que é uma alternadeira. 

Alterna, de alternativa, explica ela. Tudo bem, nada a opor, até bato palmas. Devo ter arrumado algures umas quantas saias e camisas que cumprem o requisito.

A outra, a mais nova, quer roupa no estilo kawai. o que é? não sei... 

quando acho que a coisa até está a correr minimamente bem saem-se com estas pérolas que me fazem sentir uma velhadas de noventa anos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:09

4th of july

por blogdocaixote, em 05.07.21

Ontem foi um dia bom. Para ser muito lamechas vou escrever que foi um dia cheio de amor.

A miúda casou-se e quis-me lá, com ela, e de caminho quis também o Marco. 

Quando o convite foi feito, a minha resposta foi logo um sim, claro que vou. Passados uns minutos dei por mim a duvidar, por montes de razões todas ligadas apenas a mim. Depois, assumi que se tinha sido convidada era porque realmente o convite fazia sentido na cabeça da noiva e deixei de lado os pensamentos parvos.

Ontem, o Marco acompanhou-me a um casamento onde não conhecia ninguém e onde iria sentir-se extremamente desconfortável, fazendo-me sentir que se eu queria lá estar, ele estaria comigo. 

Ontem, fiz parte do casamento da miúda e o desconforto inicial (pá, sou uma wedding crasher, pensava eu com um cocktail na mão, antes da noiva chegar) deu lugar ao desfrutar do que estava a acontecer: a miúda estava a afirmar o seu amor pelo rapaz, e o rapaz a afirmar o amor por ela, com gestos, com olhares e palavras repletos de uma cumplicidade, de uma candura, de tanta coisa boa... que dou por mim com a máscara cheia de ranhoca e os olhos todos molhados (pimbas, estraguei tudo, agora). 

Sou uma wedding crasher, disse-lhe quando nos abraçámos após a cerimónia. Mas não era. Nesta altura também o Marco estava rendido aos noivos. 

O desconforto já tinha ido às urtigas. Na mesma mesa de outra miúda e do seu rapaz, passámos o resto do dia, em amena cavaqueira, desfrutando de um almoço delicioso, num sítio, que, caramba, era de sonho! Quando for grande quero lá casar! 

Como disse à miúda antes de sair, só tenho agradecer o facto de nos ter querido lá, porque fomos testemunhas de um momento especial. 

Tenho a certeza de que estes dois são marriage material e que irão sempre encontrar formas de se manterem juntos, lançando discos que vão ficar no top do Spotify, até serem velhinhos, cheios de tatuagens e sem poderem com o peso dos instrumentos! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:54


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D